Federação Portuguesa vai gerir e dinamizar o Caminho de Santiago

Perto de quatro dezenas de entidades nacionais participaram na sexta-feira passada, dia 17 de maio, na criação da Federação Portuguesa do Caminho de Santiago que pretende “gerir e dinamizar os caminhos de Santiago em território nacional”.

Foi no casino de Pedras Salgadas, no concelho de Vila Pouca de Aguiar, o lugar escolhido para ser criada a nova Federação Portuguesa do Caminho de Santiago, que envolve 30 municípios e oito associações de peregrinos. Logo após a criação desta nova federação decorreu a primeira sessão de assembleia com a eleição dos órgãos sociais.

O município de Vila Pouca de Aguiar é o representante nacional da Federação Portuguesa do Caminho de Santiago e será no concelho que ficará localizada a sede deste organismo.

O autarca da Câmara de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado, acredita que a criação desta federação será um incentivo à peregrinação, aliada ao desenvolvimento territorial.

No caminho do interior, atravessado por oito municípios, será realizado um investimento de cerca de um milhão de euros na melhoria de sinalética, albergues e iniciativas de dinamização do Caminho de Santiago.

Das cerimónias fizeram ainda parte o descerramento de uma placa comemorativa, seguida de uma caminhada em trilho de Santiago.

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
X