Município de Grândola

Evidências do Caminho

Horário Museu Arte Sacra – Aberto de  quarta-feira a domingo-  10h00 às 18h00

Contactos da Entidade

(+351) 269 750 429

(+351) 912 529 983

Informação útil ao peregrino

Percursos pedestres
Junto ao mar, em Tróia, trilhos“Caldeira e Pinhal” e “Praia e Duna” e em Melides o percurso “BioMelides”, junto à praia e Lagoa de Melides.
Em plena Serra de Grândola nos percursos“PR1-Rota da Serra”, “PR2-Vereda de Melides” ou no percurso interpretativo da “Herdade da Ribeira Abaixo”. Para explorar a arqueologia industrial da região, o percurso da antiga mina,“Lousal a Céu Aberto”.
Em Grândola passam ainda os Caminhos de Santiago, em parte pelo percurso europeu GR11 E-9 (Sagres – São Petersburgo) que cruza o concelho.

Eventos
Em Abril as Comemorações do 25 de Abril dão mais força à Liberdade! Em Junho, reforçam-se memórias e tradições à mesa, na Rota das Tabernas. Em pleno verão a Ultra Maratona Atlântica é o ponto alto do desporto à beira-mar. Agosto é marcado pela maior Feira do Litoral Alentejano, a Feira de Agosto, em Grândola e pela Feira de São Romão, em Carvalhal. Setembro e Outubro são meses para o Encontro da Canção de Protesto e Comemorações do Concelho. Em Novembro, a Serra de Grândola recebe o Ultra Trail e realizam-se as Feiras do Chocolate e de Melides.

Natureza
Em Grândola, só tem de escolher os seus tempos de lazer junto ao mar, nas margens do rio Sado ou no campo. A Serra de Grândola, coberta de montado de sobro tem uma biodiversidade única. A Lagoa de Melides e o Estuário do Sado são dois outros locais de riqueza natural. Grândola é banhada pelas águas do Atlântico que abraçam as nossas praias, ao longo de 45 km de costa, de Tróia a Melides.

Museus
Grândola guarda cada detalhe da sua história, cultura e etnografia.  Na Vila de Grândola: Museu de Arte Sacra, Núcleo Museológico da Igreja de São Pedro e Reservas, Casa Mostra dos Produtos Endógenos e na Casa Frayões Metellos. A Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense – Música Velha, local onde Zeca Afonso escreve a Grândola Vila Morena. O Museu do Arroz, em Comporta, a Casa Museu Manuel Chainho, em S. Margarida da Serra e a Aldeia Mineira do Lousal enriquecem a oferta do concelho e da sua identidade.

Gastronomia
Grândola inclui os sabores do interior e do litoral. Desde o Ensopado de Enguias, as Massadas, Caldeiradas, Arroz e Cataplanas de peixe e marisco às Açordas, as Migas ou pratos de caça, ondes as ervas campestres estão sempre incluídas. Na doçaria o Bolo das Rosas, o mel e o pinhão que está presente nos Rebuçados de Pinhão e as Alcomonias e ainda pastéis de Batata-Doce são o melhor que se faz por cá através de produtos endógenos.

Monumentos
Monumentos megalíticos, como o da Pata do Cavalo, do Lousal, a Necrópole Pedra Branca e Casas Velhas, em Vale Figueira – Melides compõem o património pré-histórico de Grândola. Da época romana o destaque vai para as Ruínas de Tróia, no coração do Estuário do Sado e a barragem do Pego da Moura junto à Ribeira de Gr
Ãndola em plena Serra. O património religioso e os monumentos alusivos ao 25 de Abril são outros ex-libris.

Núcleo Museológico de São Pedro
Um projeto que deu uma nova vida à Igreja de São Pedro e um maior fulgor ao património histórico e arqueológico de Grândola. Equipado com áreas de exposição e projeção audiovisual, este local é um excelente cartão-de-visita para conhecer a memória e a identidade do Concelho.

Museu de Arte Sacra
Desde a sua conversão em Museu, em 2010, a Igreja de São Sebastião alberga uma coleção de mais de uma centena de importantes obras de arte sacra que testemunha a riqueza artística e patrimonial das igrejas do concelho de Grândola.

Ruinas romanas de Troia
Um local utilizado durante o Império Romano para conservar o melhor que o mar oferece. Classificado como Monumento Nacional desde 1910, este local brinda os visitantes com o mais importante sítio arqueológico do Concelho. Embora os tanques de salga já não preservem peixe, continuam a conservar uma parte importante da história de Grândola.

Igreja de Santa Margarida da Serra
Situada numa pitoresca aldeia de arquitetura tradicional alentejana, esta pequena igreja conserva elementos de elevado interesse artístico. Destacam-se a pintura mural, o púlpito e os elementos escultóricos. Uma oportunidade para conhecer um dos mais bem guardados segredos da Serra de Grândola.

Aldeia Mineral do Lousal
Entre 1900 e 1988, a Mina do Lousal foi cenário de uma intensa atividade mineira que alcançou os 500 metros de profundidade. Subindo à superfície, pode descobrir essas memórias numa visita ao Museu Mineiro, ao Centro Ciência Viva, às lagoas verde e vermelha e à Galeria Waldemar, que nos transporta às entranhas férreas de outrora.

Igreja Matriz
Fundada no século XV, foi posteriormente dedicada a Nossa Senhora da Assunção. No interior, os azulejos seiscentistas, o teto de madeira pintada e o altar-mor chamam a atenção de todos os visitantes.

Memorial do 25 de Abril
Criado por Bartolomeu Cid dos Santos para comemorar os 25 anos da Revolução. Num lado da parede revestida a azulejos pode ler-se a Declaração dos Direitos Humanos. No outro, um cravo, a letra de Grândola Vila Morena e as assinaturas dos capitães de Abril estão em destaque.

Necrópole das Casas Velhas
Classificada em 1990 como Imóvel de Interesse Público, a história deste monumento começou a ser escrita durante a Idade do Bronze (1500 a.C.). O tempo enterrou os vestígios desta necrópole, mas a sua redescoberta arqueológica deu-lhe um novo significado. As 35 sepulturas são os remanescentes dos rituais da morte e das celebrações da vida destas comunidades.

Contactos úteis

Bombeiros Mistos de Grândola – 269 498 450
GNR – 269 249 170
Centro de saúde – 269 450 200
Proteção civil – 269 450 027/912 238 076
Turismo –  269 750 429/912 529 983
Comboios de Portugal – 707 210 220
Táxis de Grândola – 269 451 095

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
X